15 de agosto de 2009

Residuos na Lourinhã

"Lourinhã, Lisboa, 07 AGO (Lusa)- A associação ambientalista Quercus denunciou hoje que milhares de toneladas de resíduos da demolição de uma antiga central fruteira da Lourinhã, onde vai nascer uma nova construção, estão a ser ilegalmente depositadas numa zona industrial.
"É uma deposição de resíduos de construção e demolição sem qualquer tipo de licenciamento e feita ao arrepio da legislação", denunciou à agência Lusa o dirigente da Quercus, Pedro Carteiro.
Desde quarta-feira que vários camiões pesados estão a transportar os entulhos indiferenciados para o local, estimando-se que possam ser aí depositadas cerca de 2500 toneladas."
FONTE: www.sic.pt

A Lourambi vem por este meio mostrar a sua indignação neste caso, alertando o Municipio da Lourinhã para o facto de haver outras formas para a resolução desta situação. De certo que a Autarquia terá os técnicos e os meios necessários para lidar com entulhos e outros resíduos resultantes de obras como a que a notícia refere.

A Lourambi é totalmente contra o aterro indevido de qualquer tipo de entulho, pois são atitudes como essa que prejudicam e hipotecam a sustentabilidade ambiental e social do nosso concelho.

Estamos disponíveis para colaborar com o Municipio da Lourinhã, com o objectivo de evitar catástofres ambientais, como a que decorreu durante esta semana.

Desde já alertamos os devidos serviços da autarquia, e todos os munícipes para estarem atentos a possíveis desastres ambientais que possam occorrer durante aquela obra, pelo facto da mesma se localizar em cima da ribeira de afluente do rio grnade.

A Direcção

page counter
Website Hit Counter