31 de maio de 2007

Encontro sobre Agricultura Biológica

O Movimento Pró-Informação para a Cidadania e Ambiente vai realizar no próximo dia 23 de Junho (Sábado), no Salão Paroquial do Vilar, um encontro sobre agricultura biológica no Vilar. Este encontro vai contar com a presença do Vice-Presidente da AGROBIO, o Eng.º José Carlos Ferreira, dois representantes de empresas biológicas.


No final do encontro os participantes são convidados a visitar uma das empresas de agricultura biológica presente, a BIOFRADE.

A entrada é livre. Quem estiver interessado em visitar a empresa de agricultura biológica, deve inscrever-se até dia 16 de Junho, na sede do MPI (edifício da Junta de Freguesia do Vilar) ou pelo telefone 262 771 060 para se organizar esquema de boleias.

Programa
14h30— Princípios da Agricultura Biológica. Porque é que os produtos biológicos são melhores? - Eng.º José Carlos Ferreira (Vice-presidente da AGROBIO)

15h30— Testemunhos de empresas de agricultura biológica:
BIOFRADE (Casal Frade, Lourinhã) - Eng.º Vítor Gomes
VALE POÇOS, Soc. Agric. (Vila Nova da Serra, Vilar) – Eng.º João Pedro Oliveira

16h30— Partida para a visita à BIOFRADE.

Contactos MPI
Morada: Edifício da Junta de Freguesia do Vilar, Largo 16 de Dezembro, n.º 2 2550-069 VILAR CDV
Tel./fax: (+351) 262 771 060

23 de maio de 2007

Precisamos de um Ecocentro na Lourinhã

Há poucas semanas o Alvorada publicou uma imagem muito sugestiva na primeira página sobre os bons progressos que o concelho da Lourinhã tem feito na área da reciclagem dos resíduos domésticos. O bom desempenho valeu-nos o título de “Campeões na Reciclagem” e premiou, de certo modo, também a CM da Lourinhã que não tem poupado esforços para estimular os cidadãos a fazerem a separação do lixo na fonte, ou seja, em casa.
A LOURAMBI organiza, no próximo dia 19 de Maio, uma visita guiada ao aterro sanitário da Resioeste no Cadaval.

Se quer saber mais sobre as opções que estão a ser discutidas actualmente para resolver os problemas relacionados com a gestão de resíduos, venha connosco visitar o aterro!
A CM da Lourinhã disponibiliza um autocarro. Pedimos aos interessados que se inscrevam até ao dia 15 de Maio, através do telefone: 261413986.Apesar de este desenvolvimento ser muito positivo, seria errado pensar que já estamos a gerir bem os nossos lixos. Aliás, no artigo de Paulo Ribeiro na mesma edição do Alvorada, ficamos a saber que - embora estejamos a reciclar cerca de 10% dos resíduos, e a CM queira atingir os 15% até ao final do ano - ainda estamos muito longe de atingir os níveis que, por exemplo, são já normais na Alemanha (25%). Além disso, embora a reciclagem seja um método muito melhor de tratar os resíduos do que depositá-los em aterro ou incinerar, é preciso não esquecer que reciclar também é um processo que exige muita energia e recursos, ou seja, nem sempre é sensato, do ponto de vista económico e ambiental, apostar na reciclagem.

Uma grande parte dos resíduos do nosso concelho acaba hoje no aterro sanitário da Resioeste ou, pior ainda, é transportada para aterros na margem sul do Tejo, quando a Resioeste já não os pode receber. Os municípios do Oeste estão a estudar formas de resolver este problema e pensam, em primeiro lugar, em expandir as capacidades de tratamento que existem actualmente, incluindo a opção de se construírem incineradoras de lixo que são em geral rejeitadas pelas populações que vivem na sua vizinhança. Mas antes de se pensar em aumentar as capacidades de tratar o lixo, não seria importante estudar formas de reduzir a quantidade de resíduos? Uma das formas mais simples de reduzir a quantidade de resíduos que vão para aterro é melhorar a recolha selectiva, e alargá-la a resíduos que hoje, infelizmente, acabam muitas vezes nas bermas das estradas, nas florestas, nas margens dos rios.

Por surpreendente que pareça, os resíduos orgânicos, mesmo sendo bio degradáveis, são, entre os resíduos municipais, os que mais dificuldades levantam na fase de tratamento, se vão misturados com outros resíduos. Os orgânicos representam cerca de um quarto do peso total dos resíduos domésticos (restos de cozinha, resíduos da jardinagem, etc.). Ora estes resíduos podem ser tratados de uma forma natural – por decomposição, a que também se chama compostagem – e transformam-se em húmus, podendo voltar a ser usados como adubo na jardinagem e agricultura. Todos os que têm um jardim ou um espaço livre perto de casa podiam contribuir para ajudar reduzir a quantidade de lixo, reservando uma pequena área (1 a 3 m2) para a compostagem dos seus resíduos orgânicos. Para quem vive em apartamentos, há recipientes apropriados, que podem ser colocados em terraços ou varandas. Mas nem sempre é fácil gerir bem esses equipamentos, por isso seria importante haver um lugar público para a recepção e compostagem de resíduos orgânicos.


Acabar com as lixeiras selvagens e estimular a compostagem são duas das razões por que a LOURAMBI luta pela instalação de (pelo menos) um ECOCENTRO na Lourinhã. Essa infra-estrutura é um elemento básico na gestão de resíduos que assegura a recepção e o adequado encaminhamento de uma série de produtos e materiais que não podem ser colocados nos ecopontos, nem nos contendores do lixo normais, mas que podem ser, pelo menos em parte, reutilizados, reciclados ou tratados por compostagem.


Suhita Osório Peters

2 de maio de 2007

Vem escalra o ambiente!

A Lourambi vai realizar no próximo dia 6 de Maio (Domingo), entre as 9h e as 13h30, uma actividade de sensibilização ambiental numa pedreira do concelho da Lourinhã.

O objectivo é mostrar aos participantes o funcionamento de uma pedreira, os perigos ambientais que advem desta actividade extractiva, bem como estas poderão agir para atenuar esses mesmos danos ambientais.

A inscrição é GRATUITA. Para participar basta apenas entregar os dados pessoais (nome, idade, morada, e contacto) na associação juvenil Tá a Mexer, ou enviar um mail com esses dados para o mail lourambi@gmail.com até Sexta-feira, dia 4 de Maio.

No dia 6, o encontro está marcado para as 9h junto ao edifício da Câmara Municipal da Lourinhã. Garantimos o transporte de 27 pessoas.

Apareçam, e contribuam para um melhor ambiente!

page counter
Website Hit Counter